Visitas do site:
Contador de visitas
Ligue o som do seu computador
AXEL DE BISMARQUE
   

CARINHO E COMPREENSÃO NA TROCA DE OLHARES.

 

Mundialmente celebrado como o Dia do Animal em vários países e no Brasil escolhido como Dia dos Cães pela proximidade da morte de São Francisco de Assis, em 3 de outubro de 1226 e considerado o protetor dos animais, o dia 4 de outubro de 1965, uma segunda feira da primavera brasileira é um marco histórico para o 5º Batalhão Policial da Força Pública do Estado de São Paulo, sediado em Taubaté.

Na manhã daquele dia o 2º Sargento Acidino dos Santos seria procurado por um cidadão residente na cidade de Caçapava, o qual ofereceria um cão da raça pastor alemão, com predigree, porém, de temperamento extremamente feroz, como doação à Unidade. Ciente do fato, o então 2º Ten. Oliveira Jr. determinaria primeiramente que o Sargento Acidino conhecesse o animal e caso demonstrasse condições de adestramento, que o recebesse do doador.

Após um período de conhecimentos e troca de olhares, aquele cão feroz receberia o nome de Axel de Bismarque,  e que com o passar do tempo e o amor e carinho que lhe eram dedicados demonstraria reconhecimento e gratidão do dia a dia da caserna. Assim, através do Boletim Regimental nº 194, de 27 de outubro de 1965, o Comandante do Batalhão Cel. Sebastião Rufino Freire designaria o 2º Ten. Oliveira Jr. como encarregado da criação do Canil do 5º Batalhão.

 

RECEBENDO ADESTRAMENTO DO TEN. OLIVEIRA JR.

 

Depois, com a missão cumprida, iniciava-se no glorioso e outrora Batalhão Jacques Félix a mais nova atividade em policiamento ostensivo com o emprego de cães para nossa cidade. Axel de Bismarque encontraria no Sargento Acidino o carinho, o respeito e a compreensão, tornando-se um companheiro de memoráveis jornadas, como busca de pessoas desparecidas em locais de difícil acesso, descoberta de criminosos escondidos em matas fechadas, rebeliões em penitenciárias, localização de bombas e entorpecentes, policiamento ostensivo e em apresentações nos desfiles comemorativos. Como toda Corporação centenária, representava a Lealdade e Constância, legenda em prata inserida num listel azul de seu Brasão de Armas.

Mantivera-se sempre fiel ao lado daquele policial, e em muitas das vezes, ambos se comunicavam apenas por olhares. Como missão relevante e portando-se como verdadeiro herói, Axel de Bismarque participaria do salvamento e localização de inúmeras vítimas atingidas pela catástrofe de Caraguatatuba ocorrida no dia 18 de março de 1967. No desfile de 7 de setembro de 1966 em Taubaté, o Sargento Acidino desfilaria com Axel de Bismarque, seguido pelo 2º Ten. Oliveira Jr. que comandava um pelotão da Escola de Cabos do 5º Batalhão Policial. Anos mais tarde, Axel de Bismarque receberia como prêmio pela sua dedicação e lealdade, sua merecida aposentadoria, porém, continuaria a demonstrar sua ferocidade, mas, em forma de amor e gratidão, àqueles que um dia souberam acolhê-lo e compreendê-lo.

 

 

PROFº GILBERTO DA COSTA FERREIRA - HISTORIADOR, PESQUISADOR E ESCRITOR.

cfgilberto@yahoo.com.br

Compartilhar essa informação:
Deixe um comentário:
Título:
Comentário:
Nome: E-mail:
 
Seja o primeiro a comentar!
Todos os Direitos Reservados
© Copyright 2017 - Proibida reprodução sem autorização
Desenvolvido por Fábrica5